Pages

Subscribe:

Ads 468x60px

domingo, 4 de março de 2012

Parabéns, Queluz!

Parabéns, Queluz!
Queremos festejar com a população queluzense os 169 anos da cidade de Queluz nesse dia 04 de março de 2012.
Seus primeiros filhos os índios Puris.
É uma cidade ladeada pela Serra da Mantiqueira.
É terra do escritor e matemático Júlio César de Mello e Souza (Malba Tahan).
Cidade de exuberantes patrimônios histórico-culturais e de belezas naturais.
Queluz também é uma das cidades do circuito Festival de Inverno com eventos paralelos àquele ao Festival de Inverno de Campos do Jordão.
Queluz
RM Vale: subregião de Cruzeiro
Aniversário: 04/03/1842
Padoreira: Nossa Senhora Imaculada Conceição (08/12)
Idade: 170 anos (em 2012)
Graças à construção da Pequena Central Hidrelétrica (PCH), sua economia tem se fortalecido.
Fatos históricos
  • Foi cenário da Revolução Constitucionalista de 1932.
  • Na época do Império foi caminho da burguesia.
  • Sua primeira estação ferroviária foi aberta em 1847.
Vamos conhecer alguns pontos históricos e turísticos de Queluz?

Coreto de Vidro João Tuba na Praça da Matriz - Foto: Alessandra Mafra
CORETO DE VIDRO JOÃO TUBA
Coreto de vidro construído em homenagem ao músico João Tuba, que dedicou anos de sua vida a paixão musical e a Lyra Queluzense, tradicional banda do município.

Escola Municipal Capitão José Carlos de Oliveira Garcez - Foto: Alessandra Mafra
PRÉDIO DO GRUPO ESCOLAR
Projetado em 1913 pelo Engenheiro Isac Pereira Garcez, do Departamento de Obras Públicas, foi construído dois anos depois, em 1915. Já serviu de Quartel General das tropas Paulistas durante a Revolução Constitucionalista de 1932. Hoje funciona como prédio da Escola Municipal Capitão José Carlos de Oliveira Garcez.

Estação Ferroviária de Queluz - Foto: Alessandra Mafra
ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE QUELUZ
Foi à primeira estação ferroviária do Estado de São Paulo a ser aberta ao tráfego em 1874 pela Estrada de Ferro D. Pedro II. Foi desta Estação que o trem blindado fez a sua estreia na Revolução de 1932. Saindo de Queluz, ele aparece de surpresa fazendo "uma incursão diabólica nas linhas inimigas em direção ao Rio de Janeiro. Causou pavor entre os ditatoriais, que abandonaram as suas posições, as quais infelizmente não puderam ser retomadas pelos nossos; como sempre, faltavam tropas frescas aos paulistas". (Fontes: A Revolução de 32, Hernani Donato, 1982; Max Vasconcellos, 1928).
Narra-se que a estação inicial foi consumida por fogo. Por isso, em 1874, foi construído um novo prédio, bastante amplo, de estilo sóbrio, com janelas altas e grandes varandas que constituíam área de chegada pelo lado da rua e plataforma de embarque e desembarque de frente para a linha.
No século anterior, até a década de 60, era o local de encontro da sociedade e de visitantes, principalmente nos horários previstos para a chegada e saída dos trens de passageiros.

Centro Cultural Malba Tahan - Foto: Alessandra Mafra
CENTRO CULTURAL MALBA TAHAN
Construído em 1824, possui dois andares, feito de alvenaria de pedra bruta e lavrada; madeira lavrada; taipa de pilão e taipa de mão. Na parte externa um jardim com aproximadamente 1.800 m². Construído inicialmente para ser Casa Paroquial e posteriormente serviu como Santa Casa de Misericórdia. Hoje abriga a Biblioteca Malba Tahan, a secretaria municipal de Cultura e Turismo e fotos históricas da cidade.

Igreja Matriz de São João Batista - Foto: Alessandra Mafra
IGREJA MATRIZ DE SÃO JOÃO BATISTA
Construída com taipa e pilão, a Igreja Matriz de São João Batista foi o primeiro lugar destinado à celebração religiosa nesta cidade.

Igreja Matriz de São João Batista e Coreto de Vidro João Tuba - Foto: Alessandra Mafra
CORETO DE VIDRO JOÃO TUBA
Coreto de vidro construído em homenagem ao músico João Tuba, que dedicou anos de sua vida a paixão musical e a Lyra Queluzense, tradicional banda do município.

Ponte Governador Mario Covas sob o Rio Paraíba do Sul - Foto: Alessandra Mafra
PONTE GOVERNADOR MÁRIO COVAS
Considerada um dos cartões postais da cidade, foi construída um pouco acima da ponte metálica que foi dinamitada durante a Revolução de 1932. Tem forma de um magnifico arco, foi inaugurada em 1937.
* Agradecimentos especiais à assessoria de imprensa da Prefeitura de Queluz que nos proporcionou contemplar as belas paisagens da cidade com fotos e informações.
Antonia Alves
Editora do Portal RM Vale

0 comentários:

Postar um comentário